Potencial Solar da Baixa

Potencial Solar Baixa 2

A EnerOne colaborou na elaboração da Carta do Potencial de Integração de Sistemas Solares na Baixa Pombalina de Lisboa que foi desenvolvida no âmbito do projecto ProSTO – Best Practice Implementation of Solar Thermal Obligations, em colaboração com a CML e o IGESPAR.

A Carta do Potencial de Integração de Sistemas Solares na Baixa Pombalina tem como objetivo promover a boa integração das tecnologias solares aquando da reabilitação de edifícios, procurando assim cumprir com as atuais exigências de desempenho energético e valorizando o património arquitetónico em harmonia com os princípios de conforto e sustentabilidade energética e ambiental do Património Classificado. Esta Carta é parte integrante do Regulamento do Plano de Pormenor e Salvaguarda da Zona Demarcada da Baixa Pombalina, e indica quais as coberturas que apresentam melhor potencial para instalar sistemas solares nesta área, a área disponível e a orientação dos sistemas solares a integrar.

A Baixa de Lisboa possui 100.000 m2 de coberturas de edifícios, disponíveis para instalar sistemas solares. Ao ocupar apenas 17% desta área com colectores solares térmicos, seria possível satisfazer 70% das necessidades de águas quentes sanitárias domésticas nesta zona.

Juntamente com esta Carta, é apresentado um Manual de integração de Sistemas Solares nas Coberturas da Baixa Pombalina, um guia que estabelece os princípios de integração destes sistemas nestes edifícios salvaguardando a sua mais valia arquitetónica.

Potencial Solar Baixa Carta Potencial Solar Baixa Carta Legenda

A apresentação desta Carta trabalho teve lugar no dia 15 de Dezembro de 2010 numa sessão de Ponto de Encontro que decorreu no Palácio Foz.

DOCUMENTAÇÃO:

Carta do Potencial de Integração de Sistemas Solares na Baixa Pombalina.
Brochura da Carta de Potencial Solar na Baixa Pombalina.